terça-feira, 6 de setembro de 2011

Faith.



"Um mergulho no céu estrelado, banho frio mantém relaxado.
Olha só o relevo, que montanha linda!
Limonada gelada no almoço, mil beijos com amor no pescoço.
Quando se manifesta a beleza dessa vida!
Embriagada no egoísmo que lhe embaça a visão, a humanidade enxerga a vida como competição.
O concreto toma conta do que era verde!
Desequilíbrio, miséria, fome e sede.
Essa lógica corrói os seres humanos, fode o planeta e seus recursos naturais, ignora o fato da existência de outros planos e nos afasta de avanços espirituais.
Luz, preencha todo o meu ser e mostre o que podemos ver além do que é material, se encontra a alegria.
Flui, em tudo uma força maior, que cria e muda pra melhor, que só quer ver você dançar, em sintonia.
Criançada na rua brincando, seu quadril segue um mantra dançando, o barulho da chuva que te lava a alma.
Um sorriso, um brinde, um abraço, gratidão, peito aberto no espaço, quando a mãe natureza te devolve à calma.
Neoliberalismo, monocultura, padronização, o aquecimento global já não é ficção.
Movidos pelo lucro, a vaidade e o poder, homens mortos pelo ego antes de nascer.
Na nova era chega à Terra a nova concepção, respiro fundo, fecho os olhos, de pé permaneço.
Abro ao cosmos as janelas do meu coração
Entrego, confio, aceito e agradeço!"



                                                            Gruvi Quântico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário